jusbrasil.com.br
25 de Agosto de 2019
    Adicione tópicos

    Bolsonaro apresenta à Câmara suas propostas para a presidência

    Folha Política
    Publicado por Folha Política
    há 5 anos

    O deputado Jair Bolsonaro dirigiu-se à Câmara para falar sobre sua possível candidatura à presidência da república, que ainda precisa passar pelo crivo de seu partido.

    O deputado justificou sua candidatura dizendo que "a direita brasileira tem cara, tem nome e tem voto".

    Leia também:

    Bolsonaro apresenta proposta ao PP para concorrer à Presidência da República

    Cartazes apócrifos em SP trazem 'Dilma procurada' e 'Bolsonaro presidente'

    Manifestação contra Bolsonaro impede homenagem e leva ao encerramento da sessão da Câmara

    Bolsonaro ironiza André Vargas após discurso sobre doleiro

    Bolsonaro discute acaloradamente na votação do Marco Civil: 'Não quero quadrilha do PT lendo meus e-mails

    Bolsonaro está fora e PT fica com Comissão de Direitos Humanos

    Bolsonaro pretende assumir Comissão de Direitos Humanos para suceder Feliciano

    Conselho de Ética arquiva representação contra Bolsonaro

    OAB pedirá cassação de Feliciano e Bolsonaro, com mais de 20 entidades de direitos humanos

    Jair Bolsonaro será processado após discutir com repórter e xingá-la; assista

    "Se eu virar presidente da Comissão de Direitos Humanos, vão sentir saudades do Feliciano", diz Bolsonaro

    Candidatura de Bolsonaro à presidência da República provoca racha na oposição a Dilma e ao PT

    Em seguida, apresentou suas propostas, que incluem: redução da maioridade penal, política de planejamento familiar, política de proteção da família (contra o kit gay), revogação total do estatuto do desarmamento, fim da ' indústria de demarcação de terras indígenas', fim do auxílio reclusão. Manifestou-se contra o exame da OAB, contra qualquer tipo de quota, contra ideologia nas escolas, a favor da valoração das forças armadas, contra a Comissão da Verdade, contra o Marco Civil da Internet e a favor do trabalho forçado nos presídios, entre outros pontos.

    Veja o vídeo:

    O deputado concluiu dizendo que os deputados e o povo 'vão se surpreender com a quantidade de pessoas que se identificam com a direita brasileira com essas propostas'.

    O que os amigos pensam sobre isso?

    11 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    Amei!!! Agora tenho mais certeza do meu voto. continuar lendo

    Sou a favor da maioridade penal se o governo investir na educação e lugares próprios a esses adolescentes, para que assim, tenham uma oportunidade ao saírem da cadeia, pois se esses jovens ficarem junto aos de mais criminosos podem sair piores do que entraram, e as consequências seriam vistas lá na frente. A mentalidade de um jovem com 16 anos é bem diferente da mentalidade de 18 anos, mas claro, isso não quer dizer que esses menores infratores não devem ser punidos, eles devem, mas com uma tenção diferente dos demais.
    Exame da ordem deve ter, pois existem muitos bacharéis que são uma tremenda vergonha, ou seja não entendem nada, fizeram a um ensino superior por fazer.
    Com o fim no exame teria um crescimento abusivo advogados misturando os bons e capacitados advogados que passaram no exame com aqueles que não possuem capacidade, no entanto sou contra a taxa do exame da OAB é um absurdo você pagar um curso de direito durante 5 anos e chegar no fim ter que pagar mais ainda.
    Você separar os bons dos ruins é uma coisa, taxa do exame da ordem é outra coisa bem diferente. continuar lendo

    Ou seja, nada que de fato seja função de presidente. Não é de surpreender, pra quem passou 30 anos na Câmara sem saber qual era a função de deputado. continuar lendo

    Fazendo o papel de advogado do diabo (até para que você não use mais esse pseudo-argumento), o presidente tem o poder de PROPOR projetos e emendas à constituição. Se houver apoio popular, ele é capaz de aprovar algumas insanidades. É aí que mora o perigo. continuar lendo

    Parlamentares simpatizantes a Bolsonaro afirmam que, mesmo ele dispondo, no máximo nas projeções, de 100 deputados em sua base, ele não teria dificuldades para compor uma base de apoio congressual caso seja eleito presidente. A Câmara tem 513 deputados e, a titulo de exemplo, para se aprovar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) são necessários ao menos 308 votos.

    Segundo relato da fonte, recentemente, em plenário e falando a um grupo de deputados, Bolsonaro deu uma resposta a um colega que o perguntou se iria ignorar o Congresso em sua eventual gestão. "Claro que não. Não vou governar sem esse pessoal aqui", disse o presidenciável, segundo a fonte. continuar lendo

    Antes de digitar merda, pesquise um pouco, ele já apresentou mais de 642 projetos que não foram aprovados no congresso, dentre eles a cota para pessoas negras se elegerem à deputado, castração química para estupradores e vários outros, e um muito importante que foi aprovado foi o voto impresso a favor da democracia. continuar lendo

    Referente a cotas acredito que possamos estar equivocados, pelo que entendi ele propõe colocar as quotas mas para aqueles menos afortunados de renda. Sendo um dos poucos que não está preso em escânda-lo de corrupção e demonstra amor pela sua pátria, seria correto não olharmos o ponto de vista dele em que diz ser humilde sobre os demais assuntos? continuar lendo